COLEÇÃO MESTRES DO BLUES

- Não haverá postagens o tempo todo, serão feitas na medida do possível.

- O blog é contra a pirataria, todos os links são tirados da internet. Gostou do álbum? Se possível , compre!

- Atenção: não peça sertanejo, pagode, hip hop, etc...a minha inteligência agradece.

- Aproveite para deixar seu comentário e caso tenha alguma sugestão de álbum ou artista terei o enorme prazer em pesquisar e postar.







Total de visualizações de página

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Lírio de Vidro

No final de 1977, dois amigos, o vocalista/ guitarrista Kim Kehl e o baterista Ricardo "Índio" Cardoso, decidiram montar uma banda influenciada pelo Blues e pelo Rock Progressivo, chamando dois amigos, Raul "Zica" Müler e Luiz "Frajola" Marcelo para ocupar respectivamente a segunda guitarra e o baixo.
Logo após algum tempo de ensaio a banda, já batizada LÍRIO DE VIDRO e com um repertório próprio, cai na estrada, tendo no ano seguinte tocado ao lado do PATRULHA DO ESPAÇO, na época ainda com Arnaldo Baptista, além de fazer diversas outras apresentações em Teatros paulistanos e vários concertos ao ar livre.
Após passar por uma mudança em sua formação, com Paulinho "Pirata" passando a ocupar a segunda guitarra e Neto cuidando do baixo, a banda encerra atividades no final de 1979.
Passados vinte e seis anos, Ray, proprietário da Medusa Records, decide lançar um CD trazendo gravações realizadas entre 1978 e 1979 na garagem da avó de Kim, Dona Margarida (mesmo lugar onde o PATRULHA ensaiava), registrados de forma amadora em um velho gravador de rolo Phillips.
Embora a qualidade sonora deixe um pouco a desejar (somente cinco dos dezenove registros são em estéreo, os demais foram gravados originalmente em mono), fica patente que o LÍRIO foi um dos legítimos representantes do Rock'n'roll brazuca.

LÍRIO DE VIDRO

Postagens populares