COLEÇÃO MESTRES DO BLUES

- Não haverá postagens o tempo todo, serão feitas na medida do possível.

- O blog é contra a pirataria, todos os links são tirados da internet. Gostou do álbum? Se possível , compre!

- Atenção: não peça sertanejo, pagode, hip hop, etc...a minha inteligência agradece.

- Aproveite para deixar seu comentário e caso tenha alguma sugestão de álbum ou artista terei o enorme prazer em pesquisar e postar.







Total de visualizações de página

sexta-feira, 7 de junho de 2024

Skin Alley



Skin Alley, foi uma banda britânica de rock progressivo fundada por Thomas Crimble e Alvin Pope no outono de 1968. A formação original consistia em Crimble no baixo e voz, Pope na bateria, Max Taylor na guitarra e Jeremy Sagar nos vocais principais. Taylor e Sagar saíram no início de 1969 e foram substituídos por Krzysztof Henryk Juszkiewicz no órgão Hammond e Bob James no saxofone, flauta, guitarra e voz.

A banda, assinou contrato com a CBS Records para sua estreia homônima em 1970, e seu sucessor em 1970, To Pagham and Beyond.

Em 1972 mudam para o selo Transatlantic Records e lançam o terceiro LP da banda, Two Quid Deal . Quando seu quarto álbum, Skintight, foi lançado em 1973, eles tocavam rock mais comercial com orquestração e arranjos de metais. A banda se separou logo depois.
Fonte: wikipedia (em inglês)


SKIN ALLEY



TO PAGHAM AND BEYOND



TWO QUID DEAL?

sexta-feira, 26 de abril de 2024

The Mamas & The Papas

 


The Mamas & The Papas, foi um grupo vocal formado na Califórnia, nos anos 1960, por John Phillips (responsável pelas composições do grupo), Michelle Phillips, 'Mama' Cass Elliot e Denny Doherty.

O The Mamas & The Papas foi uma das únicas bandas norte-americanas a conseguir manter o sucesso e competir com a Invasão Britânica.

O grupo teve bastante sucesso, que se deve as belas harmonizações vocais, acompanhamento em estúdio, de seus discos, por músicos profissionais, e a sua participação na contracultura sessentista. O grupo também deixou um legado de excelentes releituras de vários sucessos de outros artistas dos anos 1960, como “I Call Your Name”, “Do You Wanna Dance?”, “My Girl” e “Twist and Shout”.

O nome The Mamas & The Papas surgiu inspirado por um programa de televisão, em que seus integrantes assistiam a uma entrevista com alguns Hells Angels e um deles disse que chamavam suas mulheres de 'mammas', o que bastou para que Cass e Michelle quisessem ser 'mammas também, sobrando então para John e Denny serem os 'papas'.

Em março de 1966, o grupo lançou seu primeiro álbum, If You Can Believe Your Eyes and Ears, que trazia dois dos seus maiores sucessos, "California Dreaming" e "Monday, Monday", e atingiu o primeiro lugar nas paradas americanas..

John Phillips casou-se com Michelle Gillian (Michelle Phillips é nome artístico de Holly Michelle Gilliam) em 1962. Depois do início do sucesso do grupo, Michelle e Denny Doherty, o principal vocalista, começaram um romance que mativeram em segredo dos outros membros do grupo, até ser descoberto pelo marido John. Posteriormente, Michelle acabou se envolvendo com Gene Clark do grupo The Byrds. Com isso, John Philips consultou seus advogados e Michelle acabou sendo formalmente demitida do grupo em 1966. Para seu lugar, foi contratada Jill Gibson, antes do lançamento do segundo álbum chamado The Mamas & The Papas.

O álbum trouxe os sucessos Dancing in the Street, Words Of Love e Dedicated To The One I Love e atingiu o quarto lugar nas paradas de sucesso americanas. Como os fãs não aceitaram muito Jill, o grupo aceitou Michelle de volta ainda em 1966. John e Michelle acabaram se reconciliando pouco tempo depois.

Em 1967, lançaram o álbum Deliver, que foi segundo lugar nas paradas dos mais vendidos e trouxe alguns sucessos como "My Girl" e "Creeque Alley". Neste mesmo ano, John Philips ajudou a organizar o Festival de Monterey Pop, no qual o grupo se apresentou, uma de suas últimas apresentações ao vivo.

Ainda em 1967, após uma discussão com John Phillips, Mama Cass abandonou o grupo e só uniu-se ao grupo no ano seguinte, para gravação do que seria o último álbum, em 1968. Por exigência contratual, em 1971, a gravadora do grupo exigiu a gravação de mais um disco, People Like Us, encerrando assim a trajetória do grupo.
Fonte: Wikipedia


IF YOU CAN BELIEVE YOUR EYES AND EARS



THE MAMAS & THE PAPAS



DELIVER



THE PAPAS & THE MAMAS



PEOPLE LIKE US



HISTORIC PERFORMANCES



CALIFORNIA DREAMING

sexta-feira, 15 de março de 2024

The McCoys

 


The McCoys, foi um grupo de rock formado em Union City, Indiana, Estados Unidos, em 1962. Eles são mais conhecidos por seu single de sucesso de 1965, "Hang On Sloopy". Originalmente chamados de "Rick and the Raiders", eles mudaram seu nome para "The McCoys".

Os membros da banda eram o guitarrista e vocalista Richard Zehringer (mais tarde conhecido como Rick Derringer), seu irmão Randy (mais tarde conhecido como Randy Z) na bateria e o baixista Dennis Kelly. Esta primeira formação era conhecida como "The Rick Z Combo", e mais tarde conhecida como "Rick and the Raiders". Quando Kelly foi para a faculdade, os Zehringers se juntaram ao baixista Randy Jo Hobbs, ao saxofonista Sean Michaels e ao tecladista Ronnie Brandon. Essa foi a formação que levou o nome de "The McCoys". Brandon deixou o grupo em 1965 e foi substituído por Bobby Peterson nos teclados.

Seu hit mais conhecido é "Hang On Sloopy", que alcançou o primeiro lugar nos Estados Unidos na parada Billboard Hot 100 em outubro de 1965 e é a canção de rock oficial do estado de Ohio. 

Em 1967, após a morte de Bert Berns, os McCoys se libertaram da Bang Records na esperança de gravar músicas mais sérias. Acabaram assinando contrato com a Mercury Records e gravaram seus dois últimos discos, Infinite McCoys (1968) e Human Ball (1969), para a gravadora. Os álbuns foram a tentativa dos McCoys de fazer música psicodélica que agradasse aos ouvintes maduros da época. Ambos foram fracassos comerciais e não chegaram às paradas culminando no fim do grupo.
Fonte: Wikipedia

HANG ON SLOOPY & YOU MAKE ME FEEL SO GOOD



INFINITE MCCOYS & HUMAN BALL




THE BEST OF THE MCCOYS

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024

Johnny Kidd & The Pirates

 



Johnny Kidd and the Pirates, foi uma banda inglesa de rock and roll liderado pelo cantor/compositor Johnny Kidd. Eles marcaram várias canções de sucesso do final dos anos 1950 ao início dos anos 1960, incluindo "Shakin 'All Over" e "Please Don't Touch".

Sua atuação no palco foi teatral, incluindo o uso de trajes de pirata completos (com Kidd usando um tapa-olho e empunhando um cutelo), que ecoava alguns de seus contemporâneos do Rock 'n' Roll, como "Screaming Lord Sutch & the Savages" e "Nero and the Gladiators". De certa forma, sua abordagem antecipou e possivelmente inspirou roqueiros teatrais dos anos 1970, como Alice Cooper e David Bowie, entre outros.

O melhor momento da banda foi a poderosa canção "Shakin 'All Over", memorável pela abertura de guitarra e solo de Joe Moretti, alcançou o primeiro lugar nas paradas de singles do Reino Unido em 1960. A canção e o grupo causaram uma forte impressão no The Who, que faria o cover em seu álbum de 1970, Live at Leeds, cujas notas do encarte do CD proclamam o original como o melhor single de rock pré-Beatles do Reino Unido.

Apesar de alguns hits interessantes, a gravação do canto do cisne dessa formação se deu em 1961 com "Please Don't Bring Me Down", logo depois a banda terminou, com os integrantes partindo para novas bandas e Kidd gravando um single "solo" apoiado por uma banda maior.

No ano seguinte uma nova formação foi recrutada e novos singles foram lançados. Em 1964, foi adicionado o organista Vic Cooper à sua formação, porem o sucesso continuava diminuindo e o tão esperado álbum de estreia, apresentando a formação expandida com Vic Cooper nas funções de órgão/piano, nunca foi masterizado para lançamento.

Em 1966, novamente com uma nova formação, mudaram o nome da banda para "New Pirates" (para serem distinguidos dos outros "Pirates"). Kidd estava revitalizado, trabalhou para um retorno a ponto de falar sobre a possibilidade de gravar um novo álbum. Ao retornar de um show cancelado no Imperial em Bolton, ele morreu em um acidente de carro perto de Bury, Lancashire, em 7 de outubro de 1966.

O grupo tinha um novo single. "Send For That Girl", que foi lançado postumamente em novembro, mas não chegou às paradas. Essa ultima formação dos "Pirates" continuou, embora não houvesse mais gravações. Conforme a cena pop mudou e sem chances de sucesso, o grupo se separou em maio de 1967.

Fonte: Wikipedia

THE COMPLETE JOHNNY KIDD & THE PIRATES

sexta-feira, 15 de dezembro de 2023

Woodstock

Woodstock – Back to the Garden: The Definitive 50th Anniversary Archive, é uma coleção de 38 cds ao vivo de vários artistas, contendo quase todas as apresentações do festival de música de Woodstock, que aconteceu de 15 a 18 de agosto de 1969, em Bethel, Nova York. Os cds também incluem muitos anúncios de palco e diversos materiais de áudio. Foi lançado pela Rhino Records em 2 de agosto de 2019

WOODSTOCK – BACK TO THE GARDEN: THE DEFINITIVE 50th ANNIVERSARY ARCHIVE


sexta-feira, 17 de novembro de 2023

Les Variations

 


Les Variations, foi uma banda de rock francesa do final dos anos 1960 a meados da década de 1970, que cantava em inglês. Seus três membros nasceram no Marrocos e eram de origem judaica. Eles foram a primeira banda da França a ser a atração principal do famoso Olympia Theatre, os primeiros a fazer uma turnê pela América, os primeiros a assinar com uma gravadora dos EUA e os primeiros a alcançar discos de sucesso na América. Em seus dois últimos álbuns, "Moroccan Roll" (1974) e "Cafe de Paris" (1975), suas composições, arranjos e letras continham sons e histórias da cultura norte-africana e judaica, bem como as canções hebraicas da juventude dos membros da banda. Com este som, eles introduziram uma nova fusão de rock que agora é conhecida como música Moroccanroll, que é tocada em todo o Norte da África e influenciou muitas bandas de rock ocidentais nas últimas quatro décadas.
Fonte: Wikipédia (inglês)

NADOR



TAKE IT OR LEAVE IT



MOROCCAN ROLL & CAFE DE PARIS

segunda-feira, 16 de outubro de 2023

Coleção As Feras do Rock

Coleção "As Feras do Rock", composta por 60 cds que reúne os mais variados artistas do gênero, lançado pela editora "Altaya" em meados dos anos 90.


1º BOB MARLEY



2º JIMI HENDRIX



3º IKE & TINA TURNER



4º CHUCK BERRY
5º LITTLE RICHARD
6º PRINCE
7º BILL HALEY & HIS COMETS
8º CARLOS SANTANA
9º VAN MORRISON
10º JERRY LEE LEWIS
11º JOHN MAYALL
12º ROD STEWART & STEAMPACKET
13º ROY ORBISON
14º DONOVAN
15º THE BEACH BOYS & JAN AND DEAN
16º THE YARDBIRDS
17º RAY CHARLES
18º JEFF BECK
19º BO DIDDLEY
20º THE BEE GEES
21º TONY SHERIDAN & THE BEATLES
22º JOHN LEE HOOKER
23º THE JACKSON 5
24º CHUBBY CHECKER
25º FATS DOMINO
26º CANNED HEAT
27º THE ANIMALS
28º LITTLE RICHARD & JIMI HENDRIX
29º BARRY WHITE
30º BOB MARLEY
31º GENE VINCENT

32º ALICE COOPER

33º JERRY LEE LEWIS

34º HOWLIN' WOLF

35º THE MILLION DOLLAR QUARTET

36º THE TROGGS

37º CHUCK BERRY

38º TINA TURNER

39º CARL PERKINS

40º THE ARCHIER

41º JAMES BROWN

42º PAUL YOUNG

43º JOHNNY WINTER

44º SPENCER DAVIS

45º PERCY SLEDGE

46º COMMODORES

47º SAM COOKE

48º NINA SIMONE

49º THE EVERLY BROTHERS

50º CHICAGO

51º THE PLATTERS

52º THE BLUES BROTHERS

53º JOHNNY GUITAR WATSON

54º PATTI LABELLE & THE BLUEBELLES

55º KENNY ROGERS

56º HALL & OATES

57º LYNN ANDERSON

58º DONNA SUMMER

59º NEIL SEDAKA

60º PAUL SIMON & FRIENDS