COLEÇÃO MESTRES DO BLUES

- Não haverá postagens o tempo todo, serão feitas na medida do possível.

- O blog é contra a pirataria, todos os links são tirados da internet. Gostou do álbum? Se possível , compre!

- Atenção: não peça sertanejo, pagode, hip hop, etc...a minha inteligência agradece.

- Aproveite para deixar seu comentário e caso tenha alguma sugestão de álbum ou artista terei o enorme prazer em pesquisar e postar.







Total de visualizações de página

segunda-feira, 9 de maio de 2022

Shocking Blue

 


Shocking Blue, foi uma banda de rock holandesa formada em 1967 em Haia. A banda teve uma série de sucessos de rock psicodélico em todo o movimento da contracultura durante os anos 1960 e início dos anos 1970.

A banda foi fundada em 1967 pelo guitarrista da "The Motions", Robbie van Leeuwen. Outros membros do grupo neste momento foram Fred de Wilde, Klaasje van der Wal e Cor van der Beek. Eles tiveram um pequeno sucesso em 1968.
De Wilde saiu em 1968 depois de se juntar ao exército holandês, e van Leeuwen foi apresentado a Mariska Veres, cantando na época com uma banda de clube. Ele a convenceu a assumir os vocais, e o grupo gravou um sucesso mundial com a música "Venus", que entrou na parada de sucessos.
A música foi lançada nos Estados Unidos e no Reino Unido no final do ano e alcançou o número um na Billboard Hot 100 em fevereiro de 1970. 

Klaasje van der Wal partiu no final de 1971, após sua primeira viagem ao Japão (que gerou um álbum ao vivo). Em 1974, Robbie Van Leeuwen saiu, e Mariska Veres saiu no final do mesmo ano, levando à separação da banda.

O grupo voltou com sua formação mais famosa em 1979 e gravou "Louise" como seu primeiro single desde a separação em 1974, porem a música nunca foi lançada. Eles, no entanto, continuaram tocando ao vivo nos anos 80.
Fonte: Wikipedia (em inglês)


SHOCKING BLUE



AT HOME



SCORPIO'S DANCE



THIRD ALBUM



INKPOT & ATTILA



LIVE IN JAPAN



DREAM ON DREAMER & GOOD TIMES

sexta-feira, 8 de abril de 2022

Speed, Glue & Shinki


Speed, Glue & Shinki, foi um power trio de rock psicodélico japonês formado em 1970 pelo guitarrista Shinki Chen e o produtor musical Ikuzo Orita.
Orita já havia produzido um LP com Shinki Chen, que foi considerado o equivalente japonês de Jimi Hendrix.
Após o lançamento do primeiro LP solo de Shinki Chen, Orita assumiu a divisão japonesa da Atlantic Records e trouxe Shinki para a gravadora. Orita formou o trio Speed, Glue & Shinki, composto pelo ex-baixista da "Golden Cups" Masayoshi Kabe e o cantor e baterista filipino Joey Smith, que Shinki descobriu tocando em um shopping center em Yokohama.
A banda tirou seu nome do uso constante de anfetaminas por Smith e do interesse de Kabe em cheirar cola Pro-Bond durante a década de 1960.
A banda lançou seu primeiro álbum "Eve" em 1971, mas imediatamente se separaram devido a críticas mistas, baixas vendas e com Shinki e Kabe não sendo capazes de tolerar a vida pessoal de Smith.
Depois que eles se separaram, um LP duplo foi lançado por Smith, intitulado Speed, Glue & Shinki, o qual foi composto principalmente por gravações de guitarra de Shinki de trabalhos anteriores em estúdio. No entanto, também apresentou duas músicas inéditas intituladas "Sniffin & Snortin" e "Run & Hide", que foram gravadas para o álbum anterior, mas foram excluídas do lançamento final, pois não se encaixavam no som geral do álbum.
Depois disso, Shinki não quis mais gravar em estúdio, decidindo apenas tocar músicas ao vivo, o que continua fazendo até os dias de hoje. Kabe continuou sua própria carreira musical de sucesso, enquanto Smith retornou às Filipinas, onde montou outro grupo.
Fonte: Wikipédia (em inglês)

EVE



SPEED, GLUE & SHINKI

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Edgar Broughton Band


 
Edgar Broughton Band, foi formada em Warwick em 1968. O grupo começou sua carreira como uma banda de blues, e eram chamados de "The Edgar Broughton Blues Band", tocando para um dedicado, porém limitado número de seguidores. O grupo era constituído por Robert (Edgar) Broughton (vocal, guitarra), seu irmão Steve Broughton (bateria), Arthur Grant (baixo) e Victor Unitt (guitarra). Em pouco tempo abandonaram as raízes do blues e mergulharam de cabeça no psicodelismo. Com o nome encurtado para Edgar Broughton Band e sem Victor Unitt, o trio se muda para Nothing Hill Gate em Londres, à procura de um contrato musical e de, obviamente, um público mais abrangedor.

Em 1969 é lançado o primeiro Lp da banda, Wasa Wasa, uma coleção de blues elétricos vanguardistas, também nessa época o grupo se tornaria presença constante nos “free festivals” londrinos, muitos deles executados em cima de caminhões que circulavam pelas ruas.
Após seguiu-se o segundo Lp, Sing Brother Sing, lançado em junho de 1970, o álbum apresentava arranjos de cordas de David Bedford.

Em 1971 a banda convida o ex-membro Victor Unitt (que estava tocando com o The Pretty Things) a se juntar novamente ao grupo. Assim, em maio de 1971, foi lançado seu terceiro e melhor Lp, simplesmente chamado de The Edgar Broughton Band. Diferente dos discos anteriores, o Lp conta com arranjos orquestrais de David Bedford. Com esse disco, a banda promoveu uma reviravolta no seu som, que se tornou consideravelmente mais calmo e politicamente engajado.

Depois desse disco, foram lançados os discos In Side Out (1972) e Oora (1973). Em 1975 a banda deixa o selo Harvest e assina com a NEMS. No mesmo ano, o guitarrista John Thomas, substitui Victor Unitt, para o sexto disco Bandages, mas sua presença não durou muito e o mesmo foi substituído por Terry Cottam. Em 1976 a banda encerra suas atividades. Em 1979 a banda ressurge com o nome de The Broughtons, lançando o disco Parlez-Vous English?.

O próximo trabalho de estúdio (e último) só seria visto em 1982, Superchip, um disco com muitos sintetizadores e influência new wave. Nos anos 80 e 90 a banda apenas realizou alguns shows esporádicos. Em 2006, após a re-edição em cd de seus discos gravados pela Harvest, o grupo voltou à ativa, excursionando mais extensivamente. Em 2010 o grupo decide encerrar suas atividades mais uma vez, com Edgar Broughton optando por continuar tocando como um artista solo.

Fonte: https://www.consultoriadorock.com/2019/02/16/classicos-da-harvest-the-edgar-broughton-band-1971/


WASA WASA



SING BROTHER SING



EDGAR BROUGHTON BAND



INSIDE OUT



OORA



BANDAGES



PARLEZ-VOUS ENGLISH?



SUPERCHIP



KEEP THEM FREAKS A ROLLIN: LIVE AT ABBEY ROAD

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Nazz



Nazz, foi uma banda de rock de garagem psicodélica americana, formada em 1967 por Todd Rundgren (guitarra), Carson Van Osten (baixo) e Thom Mooney (bateria) ex-membros da banda "Woody’s Truck Stop", juntamente com o vocalista e tecladista Robert "Stewkey" Antoni.
O nome da banda foi derivado de uma canção da "Yardbirds", chamada "The Nazz Are Blue", e sua primeira aparição foi abrindo um concerto da banda "The Doors" no Philadelphia’s Town Hall.

Entre 1968 e 1970, o grupo lançou três álbuns ( Nazz , Nazz Nazz e Nazz III ). Sem alcançar sucesso comercial Rundgren e Van Osten saíram da banda em 1969 no meio da gravação do terceiro álbum.
Stewkey toma a dianteira dos trabalhos e finaliza o álbum "Nazz III" em 1970, mas com a saída do baterista o grupo encerra as atividades.
Fonte: Wikipédia

NAZZ



NAZZ NAZZ & NAZZ III

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

The Gods


The Gods, foi um grupo inglês fundado em 1965. Os membros originais da banda incluíam Mick Taylor (tocaria mais tarde com os "Bluesbreakers" e "The Rolling Stones"), Brian Glascock, seu irmão John (mais tarde com o "Jethro Tull"), o tecladista Ken Hensley (mais tarde com o "Uriah Heep") e Joe Konas. Lee Kerslake (bateria) entrou em 1967 e que mais tarde também tocaria no "Uriah Heep". Greg Lake (tocaria mais tarde com a "King Crimson" e "Emerson, Lake & Palmer") entrou em 1967 e deixou a banda após aproximadamente um ano.

Taylor, Glascock e John Glascock eram colegas de escola e tocavam juntos como "The Juniors" (ou The Strangers), uma banda que formaram em 1962. Também faziam parte dessa banda Malcolm Collins (vocal) e Alan Shacklock (guitarra). Eles assinaram com a EMI/Columbia Records. Seu primeiro single apareceu em 1964. Em 1965, a formação mudou, Hensley (órgão/voz) juntou-se a  banda. Eles também adicionaram Konas (guitarra/vocal) e mudaram seu nome para "The Gods".

Em 1966, a banda abriu para o "Cream" no Starlite Ballroom em Wembley, Londres. Um single foi gravado no início de 1967 pela Polydor Records. Nesse ponto, a formação incluía Mick Taylor, Ken Hensley, John Glascock e Joe Konas.

Em maio de 1967, Mick Taylor recebeu um telefonema de John Mayall, que procurava um novo guitarrista para substituir Peter Green. Quando Taylor se juntou ao Bluesbreakers, ele deixou para trás uma hesitante banda de blues. A banda procurou reviver sua sorte no circuito de clubes/faculdades. Eles se mudaram para Londres e John Glascock (baixo) foi substituído por Paul Newton em junho de 1967 e depois por Greg Lake. Mas o último era muito talentoso para o papel de apoio que fazia na banda, então ele logo saiu para se juntar ao "King Crimson" no verão de 1968. A banda reagrupou-se novamente e John Glascock foi convidado a retornar.

Com John Glascock de volta, eles gravaram alguns álbuns de rock progressivo e alguns singles. De seus singles, "Hey! Bulldog", faixa dos Beatles, é a mais conhecida, e ambos os lados foram incluídos no álbum de compilação "The Great British Psychedelic Trip Vol. 3". A banda tocou um amálgama de psicodelia e progressismo. Faixas como "Towards The Skies" e "Time And Eternity" de seu álbum Genesis de 1968 estão cheias de pesado órgão Hammond e riffs de guitarra distorcidos e os vocais únicos e dramáticos de Ken Hensley adicionam uma dimensão adicional.

Depois de gravar dois álbuns, Genesis (1968) e To Samuel a Son (1969), eles assinaram com uma nova gravadora e formaram a "Toe Fat", que também durou dois anos e dois álbuns. Em 1970, eles gravariam um novo álbum sob o pseudônimo de Head Machine.
Fonte: Wikipedia (em inglês)

GENESIS




TO SAMUEL A SON

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Devil's Kitchen

Devil's Kitchen Band, foi uma banda de rock and roll, formada por quatro integrantes que viveu e se apresentou em San Francisco da primavera de 1968 até o verão de 1970.
A banda era composta por Brett Champlin na guitarra base e vocal, Bob Laughton no baixo e vocal, Robbie Stokes na guitarra solo e vocal e Steve Sweigart na bateria.

Considerada uma das melhores bandas talentosas, mas "esquecidas", da lendária cena psicodélica de São Francisco do final dos anos 1960, a banda chamou a atenção de Bill Graham e Chet Helms em 1968 e logo estavam tocando regularmente no The Fillmore West.

O grupo tocou em todos os principais locais de "The Bay Area" e "Los Angeles" durante seu curto período ativo, abrindo e tocando frequentemente com muitas bandas conhecidas, incluindo The Jefferson Airplane, The Grateful Dead, Santana, Quicksilver Messenger Service, The Allman Brothers , Big Brother e The Holding Company com Janis, The Charlatans e muitas, muitas outras.

A banda rejeitou uma oferta de contrato de gravação da Mercury Records em 1968, descontente com a falta de controle criativo oferecido pela gravadora, por este motivo eles nunca lançaram nenhuma gravação.
Durante o verão de 1970, no meio de uma turnê pelo meio-oeste, a banda se desfez quando uma série de apresentações em faculdades e universidades foi cancelada em resposta aos tiroteios em Kent State. 

Existem oito faixas originais não lançadas neste álbum e todas foram retiradas das fitas master originais que foram gravadas em 1969 no "The Family Dog Ballroom On The Great Highway" em San Francisco e no "Sierra Sound Recording Studio" em Berkeley.

A prensagem foi limitada a 1.000 cópias numeradas à mão.



DEVIL'S KITCHEN



BEEN A LONG TIME COMING BE A LONG TIME GONE

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Noir

Noir, foi uma banda de rock britânica formada no começo da década de 70 e era composta pelos músicos; Tony Cole, no teclado, Barry Ford, na bateria/voz, Gordon Hunte, na guitarra/voz e Roy Williams no baixo.

No começo de 1970 a banda iniciou as gravações do seu único álbum, porem a banda se separou antes de terminar o álbum e desapareceu do estúdio.
Apesar do sumiço da banda, a gravadora achou a gravação boa demais para ficar na prateleira e resolveu lançar o trabalho no ano seguinte
Em sua curta carreira, Noir abriu shows para os Rolling Stones e Cream.


WE HAD TO LET YOU HAVE IT

sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Fever Tree



Fever Tree, foi uma banda americana de rock psicodélico dos anos 1960, conhecida por seu hit de 1968, "San Francisco Girls (Return of the Native)".
O grupo se originou em Houston, Texas, no começo de 1966 como um grupo de folk/rock chamado "The Bostwick Vines". Eles mudaram seu nome para "Fever Tree" um ano depois, após a adição do tecladista Rob Landes.
A banda lançou seu álbum de estreia autointitulado, Fever Tree, em 1968, seguido de mais 3 álbuns nos anos subsequentes.
O grupo se separou em 1970, mas se reformou em 1978, com apenas o guitarrista Michael Knust permanecendo da formação original. A nova formação do grupo teve pouco sucesso comercial; Fever Tree não foi ouvido novamente até 2003, quando Michael Knust morreu.
Fonte: Wikipedia (em inglês)

FEVER TREE / ANOTHER TIME, ANOTHER PLACE



CREATION / FOR SALE

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Edison Electric Band

Edison Electric Band, banda americana formada em 1966 na Filadélfia, era composta por Mark T. Jordan no teclado, T.J. Tindall na guitarra/vocal, David "Rip" Stock na bateria/vocal e Dan Friedber no baixo.

No início se chamavam "The Thomas Edison Electric Band", mas depois abreviaram o nome. O grupo realizou alguns shows no circuito local, porem frustados com a impossibilidade de fazer sucesso, partiram rumo a San Francisco onde realizaram algumas apresentações.

No inicio de 1970 fecharam um contrato para a gravação de um álbum. Porem o álbum era excepcionalmente diversificado, com uma ampla gama de gêneros musicais e, apesar das apresentações serem boas, a ausência de um som distinto não ajudou na aceitação do grupo. O set era tão diversificado que as vezes perguntavam se era a mesma banda.

Após a gravação do álbum, o grupo se desfez.


BLESS YOU DR. WOODWORD

terça-feira, 8 de junho de 2021

Elias Hulk

Elias Hulk, foi uma banda de Heavy-Prog obscuro do Reino Unido. Similar a algumas da época como Fuzzy Duck e T2, ou Proto-Prog como Andromeda e Deep Purple. Foi formada no final dos anos 60 e gravou apenas esse registro em 1970.
Pode-se descrever este álbum como uma mistura de: Hard Rock e Blues, com influências psicodélicas e com um ótimo vocal. É interessante que Peter Thorpe pôde cantar muito pacificamente em algumas faixas e ao mesmo tempo, de uma maneira muito louca, com uma voz rouca em outras.

UNCHAINED


sexta-feira, 7 de maio de 2021

Fanny Adams

Fanny Adams, foi um supergrupo de hard rock formado por australianos e neozelandeses no final dos anos 1970 que estavam radicados em Londres. O quarteto era composto por Johnny Dick na bateria, Vince Melouney na guitarra, Doug Parkinson nos vocais e guitarra base e Teddy Toi no baixo.

Apos a gravação do álbum na Inglaterra, eles se mudaram para a Austrália em dezembro 1970. No entanto, o grupo se desfez meses depois devido a dissidência interna e um incêndio em uma discoteca em Sydney, que destruiu o equipamento da banda. Apos a separação da banda, o álbum foi lançado em junho de 1971.
Fonte: Wikipedia (em inglês)


FANNY ADAMS

segunda-feira, 12 de abril de 2021

Ginger Baker's Air Force

Ginger Baker's Air Force, foi um supergrupo de jazz-rock liderado pelo baterista Ginger Baker e formada no final de 1969 após a dissolução do Blind Faith.

A formação original consistia em Ginger Baker na bateria, Steve Winwood no órgão e voz, Ric Grech no violino e baixo, Jeanette Jacobs na voz, Denny Laine na guitarra e voz, Phil Seamen na bateria, Alan White na bateria, Chris Wood no tenor sax e flauta, Graham Bond no sax alto, Harold McNair no sax tenor e flauta e Remi Kabaka na percussão.

A banda lançou dois álbuns, ambos em 1970: Ginger Baker Air Force e Ginger Baker Air Force 2. O segundo álbum envolveu pessoal substancialmente diferente do primeiro, com Ginger Baker e Graham Bond sendo as constantes primárias entre os álbuns.

Após o lançamento do segundo álbum, os problemas começaram a aparecer. Mesmo sendo um bom disco, não atingiu vendagens expressivas, e isso tornava o ambiente complicado, afinal, o dinheiro que entrava era dividido entre onze pessoas.
A turnê de divulgação do segundo álbum foi agendada para grandes locais, porém, a venda dos ingressos foram muito baixas, e assim, o grupo encerrou as atividades em março de 1971.



DO WHAT YOU LIKE

sexta-feira, 5 de março de 2021

Sid Rumpo

Sid Rumpo, foi um grupo de R&B australiano formado em Perth em novembro de 1971. A banda foi formada por John Hood na guitarra e gaita, Noel Herridge na bateria, Owen Hughes no baixo, Robert Searls na guitarra e vocais e Ken Wallace no piano. Eles tocaram nos festivais Sunbury Pop de 1973 e 1974.
Em agosto de 1973, Hood saiu e foi substituído por Michael John "Mick" Elliott na guitarra solo. Em fevereiro de 1974, o grupo gravou seu álbum de estreia, mas no final do ano a banda se separou.
Fonte: Wikipedia (Em Inglês)

FIRST OFFENCE


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Livin' Blues

 


Livin' Blues, foi um grupo de blues/rock de Haia, Holanda, formada em 1967 por Ted Oberg. Após algumas mudanças na formação a banda ficou composta por Ted Oberg (guitarra), John Lagrand (gaita), Nicko Christiansen (vocal), Oberg Cesar Zuiderwijk (bateria) e Gerard Strötbaum (baixo).

Depois de um segundo single, Strötbaum é substituído por Henk Smitskamp. Com a nova formação o álbum "Hell's Session" é gravado. Em 1970 Cesar Zuiderwijk e Henk Smitskamp saem da banda, em seus lugares entra respectivamente Dick Beekman e Ruud van Buuren.
Embora a banda fosse classificada como um grupo de blues, influências do rock progressivo começam a se infiltrar no segundo álbum "Wang Dang Doodle".

Em 1971, uma tragédia se desenrola na vida de Dick Beekman, que é forçado a deixar o grupo. Ele foi substituído por Johnny Lejeune. É gravado com ele o terceiro LP "Bamboozle".

Em 1972, após a transição da Phonogram para a gravadora Ariola, problemas com o baterista fazem com que Arjen Kamminga toque bateria no LP "Rockin 'at the Tweed Mill, mas ele tem que deixar a banda alguns meses depois com dores nas costas. Kenny Lamb, torna-se o novo baterista. Ele pode ser ouvido no LP "Ram Jam Josey". considerado o último disco da era de ouro da banda.

Em 1974 o grupo se desfaz, porem Ted Oberg se sente forçado a continuar a banda pelo contrato com a gravadora. Com varias formações a banda continuou se apresentando e gravando novos álbuns até o final dos anos 70.
Oberg deixou o grupo em 1986 após quase vinte anos. Christiansen tenta novamente em 1987 com o LP "Now" com Joop Van Nimwegen (guitarra), Aad Van Pijlen (baixo), Willem Vd Wall (guitarra), Art Bausch (bateria) e o veterano John Lagrand.

Em 1989, a banda encerrou as atividades novamente após o LP "Snakedance".

Apos a dissolução da banda Christiansen conseguiu um novo line-up em torno de si. No entanto, os direitos do nome "Livin’ Blues" pertenciam à mãe de Ted Oberg, e Christiansen foi obrigado a chamar a banda de "New Livin’ Blues". A nova banda passou por muitas mudanças, que se tornaram impossíveis de documentar. No ultimo disco do grupo “Out Of The Blue” (1995), o line-up era: Christiansen, Loek van der Knaap (guitarra), Frank Buschman (baixo) e Elout Smit (bateria).
Fonte: Wikipedia (em holandês)

HELL'S SESSION
WANG DANG DOODLE



BAMBOOZLE



ROCKING AT THE TWEED MILL



RAM JAM JOSEY



LIVE 75



BLUE BREEZE



NOW



SNAKEDANCE



THE EARLY BLUES SESSIONS



OUT OF THE BLUE



A BLUES LEGEND